segunda-feira, 31 de outubro de 2016

6ª SEMANA DE FILOSOFIA UFAC 2016: A FILOSOFIA NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA E SUA ATUALIDADE



É com muito prazer que o Blog Atuação Filosófica anuncia e participa novamente de mais uma Semana de Filosofia  que ocorrerá exclusivamente na sede da Universidade Federal do Acre - UFAC em Rio Branco/Acre. 

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

A Musa





A música me direciona
Mas é a Senhora que me Inspira;
Minha Musa,
Minha Deusa, 
Minha Grande Senhora da Noite,
Que os véus se levantam pelas manhãs, pelas tardes...
Mas é nas noites que te Vejo, Te Tenho.
Te Vi, Te senti, Te Escuto.
Aprendo Contigo,
Renasço, tenho minha Redenção,
Meu Limiar, meu Recomeço, Meu Fim
O nascer a partir do Fim, de um novo Ser, de ser de Verdade,
Sem medos, sem máscaras.
Vejo e acompanho teu Poder
Tua formosura, Tua Essência, Teu calor, Teu carinho.
Registro com várias palavras ordenadas e de vários significados,
Que, mesmo assim, são desordenadas quando faladas sobre Ti,
Deixo nessa virtualidade, a ideia da perfeição
Tu é Ideia, Perfeita.
Deusa Encarnada, Deusa em Carne,
Deusa manifesta, que manifesta.
Platão ensinou sobre as Ideias,
Hoje, essas ideias podem ser contempladas, vistas, lidas,
Digitalizadas na virtualidade,
Onde todos podem ser o que quiserem ser,
Mesmo assim, não podem ser o Ser,
Mas agora poderão, pelos seus sentidos
Ter os Teus Sentidos,
Porque Sentir é necessário
Para te Compreender.
Tua Cor, Negra como a Noite,
Onde Tu és Senhora, Rainha
Maior em todo o espaço,
Em todo o Espaço, onde é Negra a Essência que Reina,
Sem medo e sem impedir que a Luz chegue
Como Conhecimento Àquele que pretende Saber,
Senhora Pura, que corrompe o incorruptível,
Profana o Divino,
Divina tua profanação,
Porque Tu, Senhora, Pura,
Se entregas ao Sentir, para que todos possam ser, e Ser É,
Profano ou Puramente Divino,
É... Dois, Todos, Uno,
Vejo tuas guias, que me Guiam com teus Guias,
Que todos esperam para serem guiados,
Contigo ando pelos Vales da Morte e da Sombra
Sem Medo
Por estar comigo, sempre.
No Tempo e fora Dele,
Já que Ele ainda és Tu,
No que já foi, está sendo e ainda será
Tu estás Lá e aqui,
Minha Iris,
Meus olhos, que me fazem enxergar
Tão longe, tudo o que está perto de mim,
Converso contigo, aqui comigo,
Tu me escutas tão tranquilamente,
Sorrindo, me acariciando,
Sendo tão amável,
Minha Iris, Deusa, mensageira,
Que me amplia,
Para que te compreenda
Para que te Entenda,
Que Tu és
Mulher,
Deusa,
Rainha,
Minha,
Livre
Sem ponto final

Por Renis R. 
Para Minha Deusa e Musa

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Pensamento

O meu é ensinar.
 
“Essa é a verdadeira alegria na vida, ser útil a um 
objetivo que você reconhece como grande”
― George Bernard Shaw

sexta-feira, 1 de julho de 2016

AS TRÊS MUSAS E O GRANDE BARDO



Eu escrevi esse conto em respeito ao grandioso trabalho que toda uma equipe realiza em uma escola na baixada em Rio Branco, Acre. Equipe que me acolheu, me presenteou com possibilidades mágicas, românticas, vivas em pensa-las, desenvolve-las e realiza-las.
Quando escrevi este conto, pensei na grandiosidade de profissionais capacitados para realizar ótimos trabalhos mesmo com tão pouco e de uma assistência ainda sem credito e atenção verdadeira pela educação vinda de políticos, secretarias e/ou ministérios. Pensei em uma equipe que, mesmo em sua pluralidade de crenças, credos, cores e idéais, conseguem trabalhar juntos por um propósito rico que é a educação e o futuro de jovens. Jovens que são carentes - mesmo não desejando falar sobre -, que não podem demonstrar isso diante de sua família (ausente em muitos casos), de amigos (por motivos de zoação) e dos professores ( para não demonstrar fraquezas).
Agradeço com este singelo presente a equipe da Escola José Ribamar Batista, a direção da escola e todo o corpo administrativo, docente e, também, dos alunos que mostram com suas participações memoraveis o otimo trabalho, aprendizado e interesse. Fico realmente emocionado com a ação de vocês.
Desejo sucesso em suas vidas - professores e alunos - nas buscas que pretendem atingir.
Obrigado pelas experiencias lidas, vividas e, pelas possibilidades oferecidas.
Aos professores Daniel Albuquerque, Bell Paixão, Lia AraujoLiliane Silva por me darem mais animo, vontade de realizar o que busco com a Beleza de ideias mágicas

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Pensamento


"Uma vez que você tenha provado o voo, andará pela terra para sempre com os olhos voltados para o céu, quem por lá esteve, sempre haverá de querer voltar."
Leonardo da Vinci

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Falácias

"Não cometerás nenhuma dessas 24 falácias lógicas"

Por Fábio Rodrigues
O filósofo, matemático e cientista americano Charles Sanders Peirce fala que as lógicas são "ferramentas para o raciocínio correto".
Não sou nenhum grande entendido sobre o assunto, mas acho lógica um assunto fascinante. O pouco que conheço e observo já acaba sempre sendo muito útil em conversas, diálogos, em qualquer ocasião que peça algum tipo de análise, construção e exposição de raciocínio ou argumentação.
Agora, quando falamos "construção e exposição de raciocínio ou argumentação", isso pode ficar parecendo uma coisa meio séria, sisuda, de professor de filosofia ou discussões inflamadas entre ateus e crentes na internet. Mas a verdade é que fazemos isso o tempo todo. As lógicas são o próprio esqueleto que torna as linguagens (dos idiomas à matemática, passando, e muito, por tecnologia da informação) possíveis.
Como de fato dependemos disso pra nos relacionarmos uns com os outros, para nos fazer entender claramente, melhorar nossa forma de pensar e para resolvermos as coisas práticas da vida, pode ser bem útil conhecer e entender estes processos, ainda que superficialmente.
Já demos algumas pinceladas sobre o tema aqui no PapodeHomem, mencionando algumas das famosas falácias de lógica argumentativa -- que são um capítulo específico dentro do tema, mas que tem aplicações bem práticas. E estamos também preparando um novo material, bem completo, tratando não só de lógica, mas das noções de debate, diálogo e conversação, que são temas relacionados, igualmente ricos, complexos e comumente pouco explorados.

domingo, 8 de maio de 2016

Morte

Na Filosofia temos escritos ou registros de alguma forma e maneira dos pensamentos de alguns homens sobre A Morte. Epicuro, Platão, Schopenhauer, etc...
Tentei neste momento ser sábio mas apenas consegui ser trágico. 
Não tem filosofia que tente falar por você em tal momento. Ela, A Morte é uma senhora, irmã de deuses como Morpheus, Tanathos, Destino... mas acredito que a poesia fale melhor sobre suas ações.
Minha amada mãe mais velha, parte. Minha avó. Dia das mães realmente forte.
Sua benção minha velha.
Naná, tia Flor e eu
O Universo ganhou.
O Universo ganhou cem anos de experiência.
Juro que não quero sentir raiva, tristeza ... de verdade. Mas, nossa como é difícil convencer meu corpo a não transbordar de tamanhos sentimentos. 
Em seu ultimo aniversário físico, Ela sorriu para mim. Perguntei a Ela se estava bonito. Ela respondeu sorrindo que sim, segurando minha barba a qual cultivei bastante tempo para mostra-la. E Ela, correspondeu, falando: “Esta lindo, só falta tirar essa barba feia”. 
Dei um cheiro no seu pescoço, e Ela me empurrou rindo, dizendo: “Sai menino, tem gente olhando” 
E agora? E o cangote o qual eu cheirava e fazia cócegas? Ouvindo aquela risada gostosa, como ficará? Ficará a salvo em mim. Ela está a salvo aqui. 
Mas o Universo ganhou.
O Universo ganhou cem anos de experiência.
Seja bem vinda ao salão dos imortais Naná

terça-feira, 3 de maio de 2016

Olhar...

OLHAR...

Não vês que o olho abarca a beleza do mundo inteiro? É janela do corpo humano, por onde a alma especula e frui a beleza do mundo, aceitando a prisão do corpo que, sem esse poder, seria um tormento. Ó admirável necessidade! Quem acreditaria que um espaço tão reduzido seria capaz de absorver as imagens do universo?

Leonardo da Vinci

domingo, 1 de maio de 2016

II - O meu olhar é nítido como um girassol.

II - O meu olhar é nítido como um girassol.

II

O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Ao mundo com amor


E me joguei ao Mundo,
Sem medo algum,
Fui recebida com tanto Amor,
que doeu minh'Alma.

De tanta dor,
Transbordei meu corpo com sentimentos,
Lágrimas, anunciaram felicidades,
Felicidades que jamais poderia descrever em palavras,
Apenas Sentir o Amor,
Sentir muito e,
sentir muito por outros não sentirem.

O Mundo tem tanto Amor
mas só senti Dor,
Mas dá Amor, incondicionalmente
Quisera eu, que todos sentissem
como é bom se jogar ao Mundo
E Amor, sentir eternamente.

(para minha Deusa da Noite, Iris e meu Deus-menor Aaron)
Por Renis R.



quinta-feira, 28 de abril de 2016

Loki, a Razão



Loki, a Razão

Por Renis R.




Na Mitologia Nórdica, Loki é um deus, ou um jotun (gigantes que se opõem aos deuses). É o deus do fogo, que traz em si um significado de Saber. Da chama sempre ardendo, parecido com o simbolismo no mito de Prometeu, que leva o fogo dos deuses (Sabedoria) aos homens, e é punido por isso, mas Loki é o Fogo. Mostrando que o Saber não deve ser levado aos homens, mas dado somente há alguns, por isso sua figura ameaçadora, onde seu reino é um lugar obscuro, onde poucos se atrevem a ir, e podemos trazer significados freudianos do inconsciente. Deus da trapaça e da travessura está também relacionado à magia [Vontade], podendo assumir a forma que quiser – a Sabedoria e o Entendimento podem tomar quaisquer forma para o uso ao qual forem direcionados. Ele [Loki] não faz parte dos Aesir (o clã de deuses que residem em Asgard), apesar de viver ali. Portanto, ele por ser a Razão não reside no plano dos deuses, mas sempre se aventurando e obtendo informações valiosas de outros deuses fora dos Aesir. Com isso, Entendimento, Compreensão e Sabedoria ou no caso, Ginnungagap (Entendimento), Brunhilde (Sabedoria), Tyr (Compreensão), não moram com Loki, mas sempre estão juntos. Na mitologia, é narrado que Loki é um meio irmão, ou um adotado por Odin. Isso traz o simbolismo de Loki sendo a razão cognitiva onde está longe dos níveis superiores e mais perfeitos do Pensar, do Logos. Mas através dele e com ele os deuses têm acesso aos planos dos homens e outros níveis dimensionais existentes – estudos metafísicos e empiristas ou racionalistas. É geralmente visto como um grande símbolo da maldade e da trapaça, e, embora suas artimanhas geralmente causem problemas a curto prazo aos deuses, estes frequentemente se beneficiam com elas no fim. Loki, traz em si o significado de astúcia. O malandro se utiliza deste “poder” para trapacear e enganar a justiça ou os que devem ser passados para trás. A razão pode pregar peças lhe trazendo em mente que você precisa de algo, sendo que não precisa, para isso teríamos que “saber o que somos e o que queremos, mas não nos enganarmos com muletas diversas”. Os deuses possuem simbolismos velados, como Harmonia, Vontade, Mente objetiva, Desejo ou Emoção, etc., então estes deuses estão sempre dispostos a serem alvos da Razão. Quem já não passou por um desespero romântico? Onde a mente duela com coração? 

terça-feira, 19 de abril de 2016

CINEMA DAS IDEIAS - Documentario SURPLUS

Surplus, uma produção de 2003 do diretor Erik Gandini, mostra uma realidade cada vez mais aterrorizante que está totalmente banalizada nos dias de hoje. A de que o homem transformou-se em uma máquina de consumo e ganância que está destruindo o mundo e o tornando cada vez mais afásico e amoral.
Com uma visão bem forte da realidade atual, o filme mostra como o meio ambiente vem sendo destruído para que as indústrias continuem a produzir cada vez mais e assim maximizem seus lucros. Além desta questão ambiental Erik Gandini mostra também como a publicidade hoje está sendo distorcida pela indústria cultural para impor suas vontades às pessoas que perante esta situação acabam sendo influenciadas a comprar coisas totalmente supérfluas.
Através desta breve sinopse, o Blogo Atuação Filosófica faz o convite a todos os interessados para assistir esse documentário juntos no auditorio da ADUFAC, na Universidade Federal do Acre. Logo após teremos uma conversação com os professores doutores Hélio e Wlisses.
O Cinema das Ideias é um projeto de extensão da Universidade Federal do Acre que visa promover e aproximar o público universitário e não universitário da produção cinematográfica documental nacional e internacional e para sua execução conta com parceria do Serviço Social do Comércio (SESC) e apoio do Cineclube Opiniões e demais parceiros.
A edição de 2016 inicia-se no final de maio, até lá, estaremos nos organizando para demais sessões.
SERVIÇO:
Data: Quinta – feira, 28 de abril.
Horário: 19 horas
Filme: “Surplus”, do diretor Erik Gandini
Local: Auditório da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac)
Entrada gratuita e com debate!

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Estudos Filosóficos: “A Banalidade do Mal e sua tenebrosa atualidade” – Reflexões na companhia de Hannah Arendt & Stanley Milgram

Julgo que Hannah Arendt legou à humanidade uma obra de mérito imenso, tanto para a elucidação de nossos (des)caminhos históricos e de nossas recorrentes atrocidades e tragédias, quanto para reacender o lume de uma sabedoria, hoje em eclipse, baseada numa vida ativa, devotada ao bem público, ao senso crítico, ao conhecimento bem-fundamentado.

 Arendt é uma luz de lucidez que ilumina os tempos sombrios de que infelizmente seguimos contemporâneos, e no qual o estrondo das bombas e dos exércitos continua a falar mais alto do que a paciência da razão, a benevolência da vontade ou a solidariedade de destino.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

O que é paradigma segundo Thomas Kuhn?

Por Michel Aires de souza 
Entender as ciências é conhecer sua prática, seu funcionamento e seus mecanismos. É compreender o comportamento do cientista, suas  atitudes e suas decisões. Foi a partir da compreensão da prática do cientista que Thomas Kuhn desvelou os mecanismos internos das ciências. Para ele as ciências evoluem através de paradigmas.  Paradigmas são modelos, representações e interpretações de mundo universalmente reconhecidas que fornecem problemas e soluções modelares para uma comunidade científica.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

A IMPORTANCIA DA PESQUISA, MESMO NA LICENCIATURA

"A Importância da pesquisa, mesmo na Licenciatura."



Existe um preparo, existe também vontade e desejos que os guiarão, vocês futuros profissionais, não importe a área. Com isto, ocorrerá um moldar em sua pessoa e no que buscará para si como conteúdo ao qual se dedicará para uma especialização, pós, mestrado doutorado e assim por diante. Ou pode ser apenas um estudioso que aplica em sua vida e sua comunicação o resultado de tantas pesquisas acumuladas pelo interesse de mais e mais aprendizagem.
Ter isso em mente, é ter o foco da busca, de maneira mais resumida - no sentido de filtro - pelo conteúdo adequado para uma leitura, assimilação, aprendizagem, compreensão e sabedoria daquele determinado assunto. Quando estamos na universidade, e temos o contato pela primeira vez com o conteudo que desejamos entender justamente dentro do campus, parece assustador a primeira vista. Além de confuso. Ter a clareza e calma não é tão facil, ter atenção ao que os professores falam, como dicas de livros, conteúdo, um tema durante as conversas em sala de aula, trabalhos em grupos podem lhe trazer o norte que precisará, além de apresentar de forma indireta a "Pesquisa".

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

SOU ACADEMICO DE FILOSOFIA, E AGORA?

Porta de entrada para a vida acadêmica, o Blog Atuação Filosofica tem o prazer de dar as boas vindas aos calouros, tentando através desse meio informativo, ser um dos contatos de muitos que ocorrerão pelos vindouros dias de estudo. 
Alguns de vocês terão contato pela primeira vez com a Filosofia aqui mesmo no Blog e dentro do campus também. Serão os "paraquedistas", e, irão se aprofundar mais e conhecer as regras acadêmicas, que envolverão a todos nas vias políticas, comum e de estudo dentro do nosso curso. Queremos dar a força inicial para todos e deixar bem claro que, vocês são a voz, os braços e a Vontade que irá levar o curso e a própria arte de ensinar a Filosofia fora dos portões da Universidade. A 'Mente' do curso fica por parte dos professores que irão sempre nos orientar e instruir. Reforcem sempre com eles suas duvidas, onde gostariam de obter uma melhora, participação em sala e debates, exponham seus pontos de vista sem um duelo ou criticas destrutivas, mas construtivas. Anotem todas suas ideias antes de expor, analisem e descubram as possibilidades, e, caso tenham projetos relacionados, vejam as chances de trabalharem em algo.
(A orientação abaixo é deixada aqui como referencia para academicos da Universidade Federal do Acre - UFAC)

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

UNESCO - Coleção Educadores

O propósito de organizar uma coleção de livros sobre educadores e pensadores da educação surgiu da necessidade de se colocar à disposição dos professores e dirigentes da educação de todo o país obras de qualidade para mostrar o que pensaram e fizeram alguns dos principais expoentes da história educacional, nos planos nacional e internacional.
A disseminação de conhecimentos nessa área, seguida de debates públicos, constitui passo importante para o amadurecimento de ideias e de alternativas com vistas ao objetivo republicano de melhorar a qualidade das escolas e da prática pedagógica em nosso país.