segunda-feira, 29 de julho de 2013

MACHADO DE ASSIS - OBRAS COMPLETAS


O propósito desta homenagem a Machado de Assis, mais que lembrar o centenário de sua morte, é fazer com que a sua obra completa chegue a qualquer usuário internet, em edições confiáveis e gratuitas. Resultado de uma parceria entre o Portal Domínio Público - a biblioteca digital do MEC - e o Núcleo de Pesquisa em Informática, Literatura e Lingüística (NUPILL), da Universidade Federal de Santa Catarina, o projeto teve como propósito organizar, sistematizar, complementar e revisar as edições digitais até então existentes na rede, gerando o que se pode chamar de Coleção Digital Machado de Assis.

ROMANCE

RESSURREIÇÃO PDF

A MÃO E A LUVA PDF

HELENA PDF

IAIÁ GARCIA PDF

MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS PDF

CASA VELHA PDF

QUINCAS BORBA PDF

DOM CASMURRO PDF

ESAÚ E JACÓ PDF

MEMORIAL DE AIRES PDF
POESIAS

Crisálidas (1864)

Falenas (1870)

Americanas (1875)

Gazeta de Holanda (1886-88)

Ocidentais (1901)

O Almada (1908)


Dispersas (1854-1939)

CONTOS

CONTOS FLUMINENSE PDF
Miss Dollar
Luís Soares
A mulher de preto
O segredo de Augusta
Confissões de uma viúva moça
Linha reta e linha curva

Frei Sim

HISTÓRIAS DA MEIA NOITE PDF
A parasita azul
As bodas de Luís Duarte
Ernesto de Tal
Aurora sem dia
O relógio de ouro
Ponto de vista

PAPÉIS AVULSOS PDF
O alienista
Teoria do medalhão
A chinela turca
Na arca
D. Benedita
O segredo do bonzo
O anel de Polícrates
O empréstimo
A sereníssima república
O espelho
Uma visita de Alcibíades

Verba testamentária

HISTÓRIA SEM DATA PDF
A igreja do Diabo
O lapso
Último capítulo
Cantiga de esponsais
Singular ocorrência
Galeria póstuma
Capítulo dos chapéus
Conto alexandrino
Rimas de Sapucaia!
Uma senhora
Anedota pecuniária
Fulano
A segunda vida
Noite de almirante
Manuscrito de um sacristão
Ex cathedra
A senhora do Galvão
As academias de Sião

VÁRIAS HISTÓRIAS PDF
A cartomante
Entre santos
Uns braços
Um homem célebre
A desejada das gentes
A causa secreta
Trio em lá menor
Adão e Eva
O enfermeiro
O diplomático
Mariana
Conto de escola
Um apólogo
D. Paula
Viver!

O cônego ou Metafísica do estilo

PÁGINAS RECOLHIDAS PDF
O caso da vara
O dicionário
Um erradio
Eterno!
Missa do galo
Idéias de canário
Lágrimas de Xerxes
Papéis velhos

RELÍQUIAS DE CASA VELHA PDF
Pai contra mãe
Maria Cora
Marcha fúnebre
Um capitão de voluntários
Suje-se gordo!
Umas férias
Evolução
Pílades e Orestes
Anedota do cabriolet

CONTOS AVULSOS - Avulsos (em ordem cronológica)

Três tesouros perdidos, 1858
Bagatela, 1859
O país das quimeras, 1862
Virginius, 1864
Casada e viúva, 1864
O anjo das donzelas, 1864
Questão de vaidade, 1864
Cinco mulheres, 1865
Uma excursão milagrosa, 1866
Diana, 1866
Felicidade pelo casamento, 1866
Fernando e Fernanda, 1866
O oráculo, 1866
O pai, 1866
A pianista, 1866
O que são as moças, 1866
Francisca, 1867
História de uma lágrima, 1867
Onda, 1867
Possível e impossível, 1867
O último dia de um poeta, 1867
O carro nº 13, 1868
Não é mel para a boca de asno, 1868
O anjo Rafael, 1869
O capitão Mendonça, 1870
O rei dos caiporas, 1870
A vida eterna, 1870
Almas agradecidas, 1871
Ayres e Vergueiro, 1871
O caminho de Damasco, 1871
Mariana, 1871
Uma águia sem asas, 1872
Uma loureira, 1872
Qual dos dois?, 1872
Quem não quer ser lobo... , 1872
Rui de Leão, 1872
Decadência de dois grandes homens, 1873
Um homem superior, 1873
Nem uma nem outra, 1873
Quem conta um conto... , 1873
Tempo de crise, 1873
Miloca, 1874
Um dia de entrudo, 1874
Muitos anos depois, 1874
Os óculos de Pedro Antão, 1874
Valério, 1874
Antes que cases, 1875
Brincar com fogo, 1875
A mágoa do infeliz Cosme, 1875
Onze anos depois, 1875
A última receita, 1875 
Um esqueleto, 1875
O sainete, 1875
Casa, não casa, 1875
Longe dos olhos..., 1876
O astrólogo, 1876
D. Mônica, 1876
Encher tempo, 1876
O passado, o passado, 1876
Sem olhos, 1876
To be or not to be, 1876
História de uma fita azul, 1876
Um almoço, 1877
Um ambicioso, 1877
A melhor das noivas, 1877
Silvestre, 1877
Antes da missa, 1878
O califa de platina, 1878
Um cão de lata ao rabo, 1878
Conversão de um avaro, 1878
Dívida extinta, 1878
Elogio da vaidade, 1878
Filosofia de um par de botas, 1878
A herança, 1878
O machete
Folha rota, 1878
Um para o outro, 1879
A chave, 1880
O caso da viúva, 1881
A mulher pálida, 1881
O imortal, 1882
Letra vencida, 1882
O programa, 1883
A idéia do Ezequiel Maia, 1883
Médico é remédio, 1883
História comum, 1883
O destinado, 1883
Troca de datas, 1883
Questões de maridos, 1883
Três conseqüências, 1883
Vidros quebrados, 1883
Cantiga velha, 1883
Metafísica das rosas, 1883
Trina e una, 1884
O contrato, 1884
A carteira, 1884
O melhor remédio, 1884
A viúva Sobral, 1884
Entre duas datas, 1884
Vinte anos! Vinte anos!, 1884
O caso do Romualdo, 1884
Uma carta, 1884
Só!, 1885
Habilidoso, 1885
Viagem à roda de mim mesmo, 1885
Curta história, 1886
Um dístico, 1886
Astúcias de um marido, 1886
Pobre Cardeal!, 1886
Terpsícore, 1886
Antes a rocha Tarpéia, 1887
Identidade, 1887
Sales, 1887
D. Jucunda, 1889
Como se inventaram os almanaques, 1890
Pobre Finoca!, 1891
O caso Barreto, 1892
Uma partida, 1892
Um sonho e outro sonho, 1892
Um quarto de século, 1893
Vênus! Divina Vênus!, 1893
A inglesinha Barcelos, 1894
João Fernandes, 1894
Uma noite, 1895
Orai por ele!, 1895
Um incêndio, 1896
Uma por outra, 1897
Flor anônima, 1897
Jogo do bicho, 1904
O escrivão Coimbra, 1906

CRÔNICAS

Comentários da semana (1861-1863)
Crônicas do Dr. Semana (1861-1864)
Crônicas - O futuro (1862-1863)
Ao acaso (1864-1865)
Cartas fluminenses (1867)
Badaladas (1871-1873)
História de quinze dias (1876-1877)
História dos trinta dias (1878)
Notas semanais (1878)
Balas de estalo (1883-1886)
Bons dias! (1888-1889)
A semana (1892-1800)

Dispersas (em ordem cronológica)

O jornal e o livro (1859)
A reforma pelo jornal (1859)
Aquarelas (1859)
O Visconde de Castilho (1875)
Cherchez la femme (1881)
José de Alencar (1883)
Joaquim Serra (1888)
O futuro dos argentinos (1888)
Entre 1892 e 1894 (1892-1894)
Henrique Chaves (1893)
Henrique Lombaerts (1897)
O velho Senado (1898)

TEATRO

As forcas caudinas (1956)
Hoje avental, amanhã luva (1860)
Desencantos (1861)
O caminho da porta/O protocolo (1863)
Quase ministro (1864)
Os deuses de casaca (1866)
O bote de rapé (1878)
Tu, só tu, puro amor (1880)
Não consultes médico (1899)

Lição de botânica (1906)


MACHADO DE ASSIS - OBRAS AQUI