sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Filosofighters: conheça O JOGO e os bastidores do newsgame 360º lançado pela SUPER



Lembro de ter escolhido cursar jornalismo depois de ler “O Anjo Pornográfico” – biografia de Nélson Rodrigues, escrita pelo Ruy Castro. Bom, decidir qual carreira seguir inspirado por uma época glamourosa – cheia de repórteres boêmios e criativos, debatendo o mundo nos bares – talvez tenha sido ingenuidade. Mas alguns desses momentos de “lampejo” na mesa de bar ainda acontecem nos dias de hoje. Foi numa mesa de bar que o fotógrafo Raoni Madalena contou para designer Fabiane Zambon que tinha a ideia de criar um jogo de luta com filósofos. Em outro boteco, definimos que isso podia virar um newsgame interessante para o site da SUPER e resolvemos começar a apuração.

A sacada era simples e boa. Filosofia engloba um montante gigante de informações considerado pelo grande público muito difícil ou chato mesmo. Jogos de luta são um formato de entretenimento divertido, mas com pouco conteúdo agregado. Passar conceitos básicos da Filosofia através de um jogo de luta parecia  legal pra cacete. Tomamos cuidado para não forçar a barra no excesso de informações e deixar que as principais máximas e pensamentos dos filósofos se tornassem parte do jogo – e não apenas extras. Os cenários de cada lutador/pensador também seriam paisagens importantes ligadas à vida e obra dos filósofos.
Passamos um mês apurando quais seriam os filósofos mais ilustrativos para o projeto, levando em consideração sua importância para a história da Filosofia, mas também a pertinência de transformar seus pensamentos em golpes. Um newsgame só funciona se for informativoe divertido. Definimos, também, as principais regras do jogo num trabalho que envolveu além de mim e o Raoni, o designer Daniel Lazaroni, o editor Kleyson Barbosa e a colaboração do repórter Breno Castro Alves.
Vendo que o resultado moldado pelas mãos do ilustrador e animador Alisson Lima e do programador Gil Beyruth estava superando nossas expectativas, começamos a pensar formas de divulgação e expansão do jogo. E isso tornou o Filosofighters o melhor projeto 360º da SUPER.  (E essa não é uma opinião só minha, ela saiu da boca do nosso diretor de redação, o Sergio Gwercman.)
Num trabalho que depois envolveria uma galera da redação online (destaque para edição do Otavio Cohen) e impressa, geramos conteúdo para mais quatro plataformas:
1)Revista: Foi produzido um infográfico de duas páginas pra edição impressa da SUPERINTERESSANTE, também chamado “Filosofighters”,  explicando alguma das principais disputas dos pensadores ao longo da história e com destaque  para o jogo que seria lançado no mesmo mês.


 Fonte: SUPER ABRIL